Por Giovanna Morales

Repasse a informação o quanto puder, quanto mais soubermos, mais ajudamos.

As bengalas sempre foram instrumentos de auxílio para pessoas com algum tipo de dificuldade ou deficiência, mas, recentemente, foram estabelecidas cores específicas para cada tipo de condição, facilitando assim, o reconhecimento das necessidades de cada pessoa.  As cores são: 

Branco

Para pessoas cegas, ou seja, possuem 100% de sua visão nula.

Verde

Criada em 1996, na Argentina e pouco utilizada no Brasil, esta cor simboliza a esperança e o projeto foi feito para pessoas com deficiência visual, baixa visão ou visão subnormal, quando não se pode ser corrigida com óculos, lentes ou cirurgia. A necessidade da utilização dessa cor, é justamente diferenciar de pessoas que não enxergam.

Branco e Vermelho

Quando a bengala é branca com alguma faixa ou adesivo em vermelho, indica que a pessoa é cega-surda, possui visão e audição ambas nulas.

As bengalas ajudam essas pessoas a conviverem em ambientes públicos e possuírem uma vida ativa e normal, fazem com que elas tenham uma maneira nova e diferente de enxergar o mundo e as coisas ao seu redor. Movimentando a bengala à frente de seu corpo, é possível identificar obstáculos no chão, degraus, buracos, facilitando o desvio de objetos e alertando as pessoas ao redor para abrir espaço para passagem. Por isso a importância de prestarmos atenção em como elas se locomovem e, tendo o conhecimento da cor de cada bengala, é possível ajudá-las em momento de apuro. 

Quanto mais informada a população estiver, mais vistas serão as pessoas com essas condições e em maior segurança elas estarão em meio à sociedade.