Por Yasmim Verdadeiro Augusto

Há mais de 16 anos, o atleta paralímpico Daniel Dias vem se destacando nas piscinas de todo o mundo. Subindo ao pódio mais de 90 vezes, Daniel é o maior medalhista da natação paralímpica do mundo, detentor de 10 recordes mundiais em piscina longa e agraciado com 3 Troféus Laureus. 

E toda essa jornada de sucesso começou no dia 24 de maio de 1988, às 3h30 da madrugada, na cidade de Campinas (SP), quando Daniel Dias nasceu na 37° semana de gestação. Com 1,970 quilogramas e 41 centímetros, ele nasceu com má formação congênita dos membros superiores e perna direita, de modo a não ter mãos e o pé direito e, como resultado, ficou 1 semana na incubadora, até que retornou a cidade de Camanducaia (MG) com seus pais.  

Logo em março de 1991, Daniel teve que passar por uma cirurgia no Hospital Vera Cruz, em Campinas, para que pudesse usar prótese. Recuperado da cirurgia, já com 3 anos, Daniel começou a usar uma prótese, mas enfrentou dificuldades de adaptação, pois, conforme relata seus pais, Rosana e Paulo, Daniel praticamente teve que aprender a andar.

E foi logo com 16 anos que a vida de Daniel mudou. Como o atleta afirma, em entrevista concedida ao CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro), “eu descobri a natação quando eu tinha 16 anos ao assistir o Clodoaldo Silva ganhando medalhas para o Brasil durante os Jogos Paralímpicos de Atenas em 2004.” No mesmo ano, seu pai conheceu a Associação Desportiva para Deficientes (ADD), que tinha um projeto voltado à iniciação esportiva de crianças e adolescentes com deficiência, local no qual o potencial de Daniel foi descoberto. “Em oito aulas eu já tinha aprendido a nadar os quatro estilos. Foi quando eu percebi o dom que Deus tinha me dado e que estou apenas lapidando até hoje.”

No ano seguinte, o nadador decidiu ser atleta profissional, quando participou de sua primeira competição nacional, em Belo Horizonte. Já neste Campeonato Brasileiro, Daniel ganhou sua primeira medalha: “Ganhei uma medalha de bronze que significou muito para mim, me provou que eu poderia ir em busca dos meus sonhos.”

E, desde então, sua carreira alavancou cada vez mais. Com muito esforço e dedicação, Daniel conquista bons resultados nas piscinas há mais de 16 anos devido a disciplina em seus treinos e pelo apoio de sua equipe. “Treino de segunda à sexta na piscina por cerca de duas horas e faço musculação três vezes na semana. […] Não treino mais aos fins de semana, pois entendo que também necessito de treinamento mental. Estar bem psicologicamente é essencial para o meu desempenho e eu encontro esse equilíbrio dividindo parte do meu tempo com a minha família”. Além dos treinos, Daniel é auxiliado por uma equipe multidisciplinar composta por Igor Russi (técnico), Fábio Neves (preparador físico), Juliana Magrini (nutricionista), Eduardo Oliveira (fisioterapeuta) e Simony Morais (médica). 

Segundo o nadador, a disciplina nos treinos é essencial para se alcançar bons resultados. “Normalmente as pessoas só prestam atenção no resultado final, mas, por exemplo, em média são quatro anos de treinamento intensivo para se chegar a uma Paralimpíada. Muito tempo para nadar alguns segundos. […] Não acredito que haja um segredo nem fórmula mágica para o sucesso. Existe muita dedicação! Muito treino! A disciplina é essencial para o esporte de alto rendimento.”

E os frutos de toda essa dedicação e esforço se materializam em diversas conquistas que Daniel Dias coleciona em sua vida. Considerando Jogos Paralímpicos, Mundiais e Jogos Parapan-Americanos, o atleta possui 97 medalhas, sendo 78 de ouro, 13 de prata e 3 de bronze e é justamente esse fato que lhe dá o título de maior medalhista da natação paralímpica do mundo. Além disso, Daniel é o único brasileiro a ter três Troféus Laureus (considerado o “Oscar do Esporte”), conquistados em 2009, 2013 e 2016.

Atualmente, o nadador compete nas categorias S5, SM5 e SB5, nas provas de 50 e 100 metros livres, 50 e 100 metros peito, 200 metros medley, 50 e 100 metros costas, e 50 metros borboleta. Ademais, é patrocinado por Adidas, GS1 Brasil, Panasonic, Time São Paulo, Citi, Mackenzie, Ottobock, Bolsa Atleta, Visa, tendo como parceiros a Alquimia, Instituto de Prótese e Órtese (IPO) e Nutrivial.

E, seguindo as rotinas de treinos, nos últimos meses Daniel está se preparando para competir nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, com início no dia 24 de agosto. “Tenho as melhores expectativas para os Jogos de Tóquio. Fiz a minha melhor marca nos 50 metros livre no último Mundial e me encontro na minha melhor forma física. Estou treinando forte para entregar a minha melhor versão no evento.”

Contudo, já com 33 anos, Daniel anunciou sua aposentadoria após os Jogos de Tóquio. Mesmo conquistando suas melhores marcas nos últimos anos, o nadador afirma que “o motivo central da decisão tem a ver com o encerramento de um ciclo da minha vida como atleta, de sensação de dever cumprido mesmo. […] Fico feliz por ter mostrado a capacidade da pessoa com deficiência e de ter levado o Brasil para este patamar no esporte mundial.”

E, após 16 anos de muito sucesso e dedicação, Daniel tem consciência de toda a influência que causou no mundo do esporte: “Fico extremamente feliz de poder ser um exemplo para as pessoas, sejam elas com ou sem deficiência. Acredito que o importante é transmitir a mensagem de que somos capazes de realizar os nossos sonhos.” 

No entanto, o nadador não pretende parar seus trabalhos depois de sua aposentadoria. Após os Jogos de Tóquio, o atleta tem a intenção de se dedicar mais à vida fora das competições: “Vou continuar a ministrar as minhas palestras e clínicas de natação e também sigo na atuação como membro do Conselho Nacional de Atletas e da Assembleia Geral do Comitê Paralímpico Brasileiro.” Ademais, pretende dedicar ainda mais tempo a seus filhos Asaph, Daniel e Hadassa. 

Um outro projeto importante que Daniel quer dar continuidade após sua aposentadoria é em relação ao Instituto Daniel Dias (IDD), fundado em 2014, em Bragança Paulista. O instituto tem como objetivo fomentar o esporte paralímpico brasileiro, além de descobrir e desenvolver novos campeões, atualmente contando com 30 atletas, além de voluntários. “Fora das piscinas, eu almejo construir a sede do Instituto Daniel Dias e poder ampliar o atendimento. […] Acredito que com este passo será possível ampliar o atendimento e ainda oferecer mais modalidades esportivas. Meu objetivo é que o nosso trabalho de criar campeões na vida seja uma referência no terceiro setor.” 

E o que sempre o motiva a seguir em frente? Recordista mundial e modelo de inspiração de que sempre devemos correr atrás de nossos sonhos, independente dos desafios que encontramos no caminho, Daniel Dias trás a felicidade como o maior lema de sua vida: “#SorriaPraVida. É a mensagem que eu carrego, pois acredito demais na força dela. Quando escolhemos sorrir, conseguimos mudar o ambiente e deixar tudo mais leve. A vida é uma grande oportunidade de aprendizado, encarar seus dias sorrindo é uma escolha que eu indico, pois me traz paz e coragem.”

E é baseado nessa filosofia de vida que Daniel deixa seu recado: “Eu gostaria que as pessoas sempre se lembrassem de sorrir. O sorriso tem muito poder. Pode mudar o dia de alguém. A vida é tão mais linda com sorrisos, é tão mais fácil encarar os desafios assim. Além disso, gostaria que as pessoas soubessem que há uma força dentro delas que é capaz de realizar grandes feitos, que não há o ‘impossível’ quando se trata de sonhos.”

Agora, então, que você já conheceu um pouco mais sobre um dos atletas paralímpicos que vai representar o Brasil nos Jogos de Tóquio, em agosto, não perca a chance de apreciar sua última participação em uma competição mundial e torcer para que o maior medalhista da natação paralímpica encerre sua carreira com muito sucesso e sorriso no rosto!

Referências das informações e imagens

  • ADD, Associação Desportiva Para Deficientes. ADD Nadando com Daniel Dias: o maior medalhista do brasil em paralimpíadas. Disponível em: http://www.add.org.br/natacao/. Acesso em: 26 jul. 2021.
  • CPB. Carreira, conquistas, futuro e curiosidades: confira entrevista com o nadador Daniel Dias. 2021. Disponível em: https://www.cpb.org.br/noticia/detalhe/3156/carreira- conquistas-futuro-e-curiosidades-confira-entrevista-com-o-nadador-daniel-dias. Acesso em: 26 jul. 2021.
  • DIAS, Instituto Daniel. Instituto Daniel Dias. Disponível em: https://institutodanieldias.org.br/. Acesso em: 26 jul. 2021.
  • DIAS, Rosana de Farias; DIAS, Paulo. Maior atleta paralímpico brasileiro: a vida de meu filho. Disponível em: https://danieldias.esp.br/daniel-dias/. Acesso em: 26 jul. 2021.