Por Natália Marques

Todas as imagens desse artigo possuem texto alternativo com a audiodescrição resumida (#pracegover).

A Equoterapia é um método terapêutico e educacional que abraça as áreas da saúde, educação e esporte (equitação), utilizando do cavalo e da sua interação para o desenvolvimento psíquico, biológico e social de pessoas com deficiência física, intelectual e/ou sensorial.

A equitação – modalidade esportiva em que a base é o contato direto e contínuo entre o cavaleiro e o cavalo – exige a participação do corpo inteiro, sendo assim, contribuindo para a força muscular, equilíbrio, coordenação motora e conhecimento do próprio corpo. Além disso, a interação com o cavalo amplia formas de socialização e autoconfiança. A reabilitação da pessoa com deficiência acontece na medida em que interagem com o cavalo.

A técnica da equoterapia é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina desde 1997. Em conjunto com uma equipe multiprofissional, a equoterapia é aplicada por intermédio de programas específicos, organizados de paciente para paciente. Ela é indicada para crianças a partir dos dois anos de idade e não há restrição de idade para idosos.

Programas da Equoterapia

O primeiro programa a ser citado é a hipoterapia, cujo enfoque principal é a reabilitação física: o movimento gerado pelo passo do cavalo é usado para favorecer os ganhos motores como equilíbrio, força muscular e postura. Outro programa é a reeducação equestre, em que o paciente já possui condições de se manter sozinho em cima do cavalo e consegue interagir com o animal e com o ambiente. O terceiro programa é o pré-esportivo, utilizado principalmente para imersão social, em que o paciente tem boas condições para participar de competições esportivas. 

#PraCegoVer Fotografia de uma sessão de Equoterapia em um campo aberto. Um menino está deitado de braços abertos em cima de um cavalo marrom. Ele possui pele branca, usa uma camiseta e uma calça verde e um chapéu equestre. Ao redor do cavalo, há três mulheres que auxiliam o menino. Elas possuem pele branca, cabelos castanhos, usam camiseta branca, calça preta e bota de montaria preta.

Legislação

A Lei 13.830, sancionada em maio de 2019, regulamenta equoterapia como método de reabilitação de pessoas com deficiência. Ela decreta que a equoterapia será exercida por uma equipe multiprofissional composta por médico, médico veterinário, psicólogo, fisioterapeuta, pedagogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e professores de educação física, desde que possuam curso específico na área da equoterapia. Ela entra em vigor a partir de novembro de 2019, obrigando a todos os locais que fornecem a terapia a estarem em dia com a vigilância sanitária e com profissionais habilitados. 

Onde Encontrar o Tratamento

São Paulo
Centro de Equoterapia do Clube Hípico de Santo Amaro
Site | (11) 5694-0600 | Rua Visconde de Taunai, 508

Sociedade Hípica Paulista
Site | (11) 5504-6100 |  R. Quintana, 206 – Cidade Monções