Por Anna Caliari

Todas as imagens desse artigo possuem texto alternativo com a audiodescrição resumida (#pracegover).

O daltonismo é definido como uma anomalia na visão das cores. As pessoas que possuem essa deficiência, geralmente, não conseguem diferenciar algumas cores, como por exemplo o vermelho e o verde. Além disso, existem três tipos de daltonismo: tritanopia (quando há confusão entre tons azuis e amarelos), monocromacia (quando enxerga-se tudo em preto e branco) e deuteranopia (os tons verdes são confundidos com vermelhos), que é a mais popular.

É interessante citar que um grande youtuber da atualidade, Leon Martins, do canal “Coisa de Nerd” é daltônico e em vários vídeos é possível perceber sua dificuldade de distinguir uma cor de outra. Em um dos vídeos, inclusive: “Leon, nosso daltônico preferido, adquiriu um óculos para corrigir sua cegueira para algumas cores.”, brinca sua esposa, Nilce, no twitter.

Mas, além desse óculos, como seria possível facilitar a distinção das cores para essas pessoas? Pensando nisso, o designer português, Miguel Neiva, de 47 anos, elaborou um sistema de códigos capaz de mudar a vida de 350 milhões de pessoas que possuem diferentes graus de daltonismo. Ele foi o primeiro a se preocupar em trazer cores aos daltônicos e para isso ele utilizou o ColorAdd.

#PraCegoVer Audiodescrição resumida: Três círculos entrelaçados formando um triângulo. Eles possuem as cores amarela, laranja, vermelho, roxo, azul e verde, sendo que dentro de cada cor há um código para daltónicos. No centro do desenho, há a cor preta. Abaixo o texto: Coloradd, Color Identification System.

Mas o que é ColorAdd?

O ColorAdd é uma forma de inclusão inovadora, que facilita a distinção de cores através de um sistema de códigos e possibilita ao daltônico diferenciar cores que ele não conseguiria à olho nu. 

E por qual motivo foi criado? Como surgiu essa ideia?

Foi criado porque um amigo de Neiva tinha muita dificuldade de interagir em sociedade apenas por não saber o que era rosa e o que era azul, por exemplo. Neiva visou auxiliar todas as pessoas que passam por esse tipo de situação, de constrangimento; e promover um bem comum.

Para quem é destinado?

ColorAdd é destinado para qualquer pessoa que precise desse recurso. No entanto, no mundo, o público masculino é maioria, com pelo menos 10% da população, enquanto os casos de daltonismo em mulheres é bem raro.

Como funciona?

Boa pergunta! O ponto de partida do ColorAdd são as cores primárias como o ciano, o magenta e o amarelo; e conta com o desdobramento para cores secundárias. Resumindo: Foram acrescentadas às três formas que representam as três cores primárias, mais duas que, de maneira simplificada, representam o preto e o branco. Ou seja, com o sistema de códigos, quando o daltônico olha para alguma coisa, por exemplo um farol de trânsito, ele consegue distinguir uma cor de outra; no caso, o verde do vermelho.

E, aí? Curtiu aprender um pouco mais sobre o ColorAdd? É sempre importante se manter informado sobre a acessibilidade em todas as suas ramificações! Até a próxima!